Blog

A empresa do futuro investe em indivíduos

A empresa do futuro investe em indivíduos

por Eric Prando Talvez a principal tendência quando o assunto é desenvolvimento de pessoas é o fato do expressivo crescimento da importância desta atividade dentro de empresas. Seja pela crescente falta de profissionais qualificados seja pela mutação das demandas técnicas do mercado de trabalho, o fato é que as empresas serão cada vez mais impelidas a conseguir preparar profissionais para realizar tarefas. Sendo assim, as áreas de Desenvolvimento vão ganhando importância e valor estratégico. Empresas que prezam por um bom ambiente de trabalho e alto engajamento precisam atentar para itens como o alinhamento de cada pessoa a sua posição, a disponibilidade de recursos para que cada pessoa possa se desenvolver e de desafios que permitam a cada pessoa testar seu potencial e contribuir com a evolução do negócio. A realidade, no entanto, mostra que o engajamento das pessoas com as soluções atuais está muito aquém do esperado. Uma pesquisa realizada por nós mostrou que de todos os treinamentos atualmente oferecidos, apenas 55% do conteúdo são considerados úteis pelos profissionais, e que a principal causa disso é a criação de soluções massificadas, para níveis hierárquicos ou áreas determinadas. O que os trabalhadores esperam de suas empresas é uma experiência de desenvolvimento personalizada, com soluções específicas às suas necessidades correntes e um plano de longo prazo que consiga alinhar os interesses do negócio com os pessoais. Oferecer recursos especificamente desenhados para o problema que seu colaborador está enfrentando será uma maneira de demonstrar que a empresa está cuidando de seus colaboradores, maximizando seu engajamento. Profissionais engajados conseguem produzir em média 25% a mais, além de ter um risco reduzido de turnover. Criar soluções específicas para cada indivíduo também é a melhor maneira de aprender sobre o processo de desenvolvimento e quais são as melhores estratégias de sucesso para cada caso. Não apenas os dados gerados serão mais precisos, mas também é possível mensurar o impacto financeiro do desenvolvimento de habilidades. Sendo assim, mude o foco de desenvolver pessoas de maneira massificada. Os colaboradores ficarão gratos, produzirão melhor, a empresa gerará melhores resultados e apoiará cada vez iniciativas mais complexas.